sábado, 28 de março de 2015

0

MANON: Entrevista com a cantora mexicana Mariel Gimeno Manon

Na entrevista de hoje tivemos o prazer de conversar com a bela, talentosa e muito simpática cantora mexicana Mariel Gimeno Manon, ex-vocalista da banda NOSTRA MORTE onde se apresentava com o codinome de Victória VelMortMariel agora está com um novo projeto solo chamado MANON. Falamos com ela sobre este projeto, passado, seus planos para o futuro e muito mais. Confiram tudo sobre esta grande cantora!


SS - Oi Manon, prazer em falar com você e seja bem vinda ao Silence of Shadows.
MANON - O prazer é meu, obrigado por me convidar!

SS - Qual sua formação como cantora e quais são suas principais influências?
MANON - Eu estive cantando durante o tempo que me lembro. Minha família é dedicada à música, arte e cultura, então eu cresci envolvida nesse mundo. Minhas primeiras influências foram os meus pais, que me ensinou desde que eu era uma criancinha. Então, eu cresci, e desenvolvi um gosto particular pela música clássica. Eu comecei a explorar a técnica de Bel Canto sobre a minha própria voz. Então eu conheci o gênero "new age" e comecei a sentir a música de uma forma mais dramática e espiritual. Então, minhas influencias são basicamente gêneros e sentimentos.

SS - Gostaria que você comentasse sobre a sua saída da banda Nostra Morte
MANON - Eu tinha que explorar minha própria carreira, que era muito diferente da banda. Mas foi uma jornada incrível e eu aproveitei cada momento único com eles.
Vídeo de ‘Perséfone’ com Mariel nos vocais como Victória VelMort


SS - Vi que você começou um novo projeto solo, MANON, pretende seguir com este projeto e formar uma nova banda?
MANON - Na verdade, Manon é um projeto solista, para não se tornar uma banda, mas haverá colaborações com grandes músicos

SS - Ao seguir em carreira solo pretende cantar em inglês? E que gênero irá basear a música da Manon? E quem se juntará a você nesse projeto?
MANON - Eu sei que muitas pessoas talentosas, foi como eu mencionei antes, haverá grandes colaborações, mas em Manon farei tudo por conta própria. Eu tenho esta necessidade de expressar toda a música em minha mente. Há alguns covers agora na minha página do facebook, mas em breve vou lançar minhas próprias músicas, elas terão os arranjos feitos por mim. E lá estará canções em outras línguas também, como minha que é o espanhol, ou italiano, alemão, e muitos outros. Eu amo línguas, e eu quero explorá-las, tanto quanto eu posso em minha música.
SS - Quais são seus planos para este 2015? E quando teremos um trabalho autoral do Manon?
MANON - Eu vou estar trabalhando muito duro em muitos projetos, não só como Manon mas também em outros gêneros, compondo e aprendendo mais sobre música do mundo e sim, haverá trabalho original, muito em breve.

SS - Você tem divulgado vários covers em seu canal no youtube, vou deixar dois vídeos aqui, Tides Of Time (EPICA Cover) e Storytime (Nightwish Cover), comente-os por favor.

MANON - É curioso, eu não faço um cover apenas "porque" cada música que eu canto tem uma história em mim, e é especial na minha vida por algum forte motivo. É quase como se a música estivesse encontrando-me em vez de eu encontra-la. Desde sempre, eu tive a necessidade de cantar os meus sentimentos mais profundos. Tides Of Time veio a minha vida em um ponto onde eu precisava para deixar pra trás uma memória dolorosa. Por outro lado, Storytime é um retrato perfeito do meu amor pela magia e imaginação.

SS - Como está o momento atual da cena metal em seu país, o México?
MANON - Há muitas grandes bandas. Talvez, porque, uma vez que a maioria deles não recebem apoio suficiente da mídia, eles estão ficando mais fortes lutando seu caminho por conta própria. Em termos de força e talento, eu acho que é ótimo. Em termos de cultura e de apoio, é muito difícil ter sucesso sem sair do país.

SS - Qual o melhor e o pior momento de sua carreira como cantora?
MANON - Para mim, forjar a minha carreira como cantor tem sido como forjar uma espada. Tempos bons, tempos ruins, greves, nitidez, porque eu entendo que tudo é uma parte da estrada. Então, eu poderia dizer que os momentos piores e mais difíceis foram também os únicos a fazer-me crescer como pessoa e como artista.

SS - O que você conhece do meus país, o Brasil? E musicalmente?
MANON - Eu desconfio que não sei que muito, exceto pelo fato de as pessoas são quentes e alegres. Carnavais, música, cultura, dança, mas eu adoraria ter a chance de chegar aí um dia e ver as majestosas e selvagens florestas tropicais da Amazônia. O que eu amo de qualquer país é o lado "verde", a natureza, não realmente as "grandes cidades".

SS - Gosto de fazer um rápido jogo de palavras com meus entrevistados. Te direi algumas palavras e você diz o que esta palavra representa pra você. Certo? Vamos lá!
FAMÍLIA – "Segurança"
SUCESSO – "Ser capaz de ser feliz e aprender tudo através da estrada."
DROGAS – "Inútil"
SEXO – "Incompreendido"
GÓTICOS - "Uma bela maneira de ferver mundo"
TV – "Garbage"
VIOLÊNCIA – "Estupides"
RELIGIÃO – "Eu, pessoalmente, sou um livre pensador, então eu não tenho uma opinião sobre isso."
AMOR – "Música"

SS - Muito obrigado Mariel Gimeno Manon e sinta livre para deixar seu recado
MANON - Foi uma agradável entrevista, obrigada e eu gostaria de convidar você e seu público a experimentar "meu teatro pessoal", como eu chamo essa nova jornada, manter contato comigo, visitando minha página FB, a ouvir e ler mais sobre os próximos planos.

Links Oficiais: 
Manon - Facebook Oficial 
Mariel Gimeno - Facebook Oficial 
Manon - Canal YouTube

Nenhum comentário:

Postar um comentário