segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

0

CADAVERIA: vocalista falando abertamente sobre seu nome real

Em Novembro do ano passado a banda de horror metal / gothic italiana CADAVERIA lançou seu último álbum intitulado “Silence” via Scarlet Records. Em entrevista ao site Metallo Italiano a frontwomen Cadaveria falou abertamente sobre seu verdadeiro nome Raffaella Rivarolo. Confira este trecho da entrevista logo abaixo:

Metallo Italiano: Permita-me esclarecer uma curiosidade: eu notei que lá fora seu nome artístico é quase sempre mencionado junto com o seu nome verdadeiro, quase sempre querendo reconhecer a pessoa por trás do artista, enquanto na Itália, eu diria que, dentro do metal sei que todos vocês são Cadaveria: foi a sua escolha? uma maneira de manter separado o aspecto musical do restante de sua vida?

Cadaveria: Este é um ponto de interrogação para mim. Até 2013 eu mantive escondido para a minha privacidade o meu nome real praticamente em todo o mundo. Então aconteceu que ser uma produtora de filme se tornou minha principal profissão fora da música; Eu assinei em 2013 como diretor, com o nome verdadeiro, o vídeo "Death Vision" do  álbum "Horror Metal" do Cadaveria. Em entrevistas concedidas sobre o assunto falei como Cadaveria, dizendo que ela havia dirigido o vídeo, eu mesma, então despertei a curiosidade (evidentemente e principalmente no exterior) daqueles que já foram, em seguida, ler os créditos no vídeo no Youtube, e descobrir meu nome verdadeiro. Essa foi uma escolha voluntária [...]. Com o lançamento de "Silence", o uso de meu nome real, mesmo em comentários tornou-se cada vez mais freqüente. Eu não acho que foi apenas a direção do vídeo, mas a circulação foi marcante. No entanto, eu não me importo, agora não há mais diferença entre os meus dois, eu. Jornalistas me chamam de Raffaella e meus amigos me chamam Cada (risos). Há identidade racional e meticulosa, digo normal, que me identifica como mulher e uma arte em que meu nome é Cadaveria: mas eles são uma única pessoa. Não naquele dia eu me visto de amarelo e, em seguida, à noite, eu me visto de preto para entrar no palco. Eu provavelmente atingi uma maturidade e segurança de tal forma que eles também podem abordar esta dualidade. No passado, eu mantive escondido para a intriga e charme e pela defesa de minha privacidade, porque o mundo é estúpido num âmbito geral e há sempre o risco, independentemente do país de origem. A este respeito, eu relato a você e aos leitores do MetalloItaliano.it que há pessoas que criaram perfis do Facebook com o meu nome, mas que absolutamente não pertence a mim...


Leia toda entrevista acessando o site Metallo Italiano neste endereço

Saiba mais sobre o Cadaveria em: Facebook Oficial 

Nenhum comentário:

Postar um comentário