terça-feira, 19 de agosto de 2014

0

SABATON: Explicando as influências pop e temas bélicos

Atualmente no topo da cena Power Metal, os suecos do SABATON vêm conquistando novos territórios a cada álbum lançado, como se cada passo dado significasse uma batalha vencida. E é justamente sobre guerras, batalhas e conquistas que se tratam suas letras, enquanto sua sonoridade abre espaço para influências até meio óbvias, como do ABBA, seus conterrâneos mais famosos. Dentre os assuntos que envolvem sua carreira, há ainda acusações infundadas sobre relações da banda com nazismo, a qual o baixista Pär Sundström elucida nesta vigésima edição da HELL DIVINE e deixa bem claro: “... o que fazemos é contar a história utilizando o Heavy Metal!”. Leia um trecho deste bate papo:

HELL DIVINE: No novo álbum também podemos notar grandes referências Pop em algumas músicas, mais precisamente o grupo ABBA. Já não é novidade o amor que os suecos, independentemente do estilo, sentem por esse grupo. “To Hell And Back” foi escolhido para ser o primeiro single justamente por isso?

Pär Sundström: Bom, pra começar existe algo de especial com a música na Suécia. A nossa formação, desde a infância, faz a gente enxergar um modo diferente de fazer música, isso em diferentes estilos. E, pelo fato do ABBA ser o primeiro grupo a mostrar ao mundo que na Suécia tem artistas de qualidade, é obvio que eles nos influenciam, e muito. Já a música “To Hell And Back” é uma das melhores músicas desse novo álbum e por ela ser muito cativante e soar muito bem ao vivo, sabíamos que ela deveria ser o nosso primeiro single desde o inicio. E sim, sua introdução é bastante baseada no ABBA (risos)!

HELL DIVINE: Há algum tempo vocês também foram acusados de serem nazistas, pois em algumas letras, como de costume, vocês retratam muitas coisas relacionadas às guerras.  Vocês acham que essas acusações surgiram basicamente por pessoas que não conheciam a banda? Como lidaram com essa situação?

Pär Sundström: Com certeza essas histórias só partem dos ignorantes. Mesmo quem não é nosso fã, ouvindo apenas uma ou duas musica já consegue compreender nossa temática. E por falarmos de guerras incluirá muita coisa relacionada ao nazismo, mas nem por isso significa que estamos de acordo com os acontecimentos dessa época. Para resumir e não ficar nenhum mal entendido: o que fazemos é contar a história utilizando o Heavy Metal!

Nessa edição temos o retorno da seção "Insanidade Metal" com a análise da arte das capas dos discos, além do "Hell Player", onde a equipe fala quais discos anda ouvindo ultimamente. Também entrevistamos as seguintes bandas: Voodoopriest, Slasher, Hellarise, Tellus Terror, In Soulitary, Noctem (Espanha), Kill Ritual (EUA), Worst e Imbyra.

Ao todo são 60 páginas, contendo diversas colunas, além de resenhas de CDs, DVDs, shows e livros. A revista está disponibilizada em formato PDF, mas, pode ser visualizada na tela sem necessidade de download.

Download da revista: http://migre.me/l5hCY
Para visualizar na tela, clique: http://migre.me/l5hEd 

HellDivine links: Blog | Facebook | Twitter
Fonte: Wargods Press