quarta-feira, 1 de maio de 2013

0

Juliana Rossi: "Eu agora estou seguindo a minha vida com uma banda nova, trabalhando muito e feliz"




Juliana  Rossi,  cantora  desde  os  12  anos  de  idade,  aos  14  já  tinha  uma  banda  de  rock  com  nome  de  Century  Child  que  fazia  cover  do  Nightwish.  Em  2008,  já  com  a  banda  HevoraH,  lançou  o  EP  ‘In  The  Company  Of  Angels’,  neste  mesmo  ano  se  apresentou  ao  lado  da  banda  Nightwish  em  São  Paulo.  Em  2011  entrou  para  a  banda  Ravenland,  uma  das  das  mais  conceituadas  dentro  do  gênero  rock/metal  gótico  na  América  do  Sul,  dividindo  os  vocais  com  Dewindson Wolfheart,  lançou  o  EP  “Nevermore” (2012),  eleito  por  vários  sites  especializados  um  dos  melhores  trabalhos  do  mesmo  ano.

Recentemente  a  cantora  Juliana  Rossi  anunciou  seu  desligamento  da  banda  Ravenland,  de  forma  surpreendente,  já  que  o  grupo   estava  trabalhando  no  novo  álbum  de  estúdio; e,  é  sobre  este  assunto  e  também  para  saber  os  planos  futuros  de  Juliana  que  a  procuramos  e  ela  gentilmente,  nos  concedeu  uma  entrevista ,  que  pode  ser  conferida  logo  abaixo:    


Silence  of  Shadows  - A  dúvida  que  não  quer  calar!  Onde  Juliana  Rossi  se  sente  melhor,  no  palco,  interpretando  e  cantando  em  uma  peça (musical)  ou  no  palco  de  um  show  de  rock?

Juliana: Eu amo fazer as duas coisas, porém eu me sinto totalmente em casa quando piso no palco de um show de rock - são duas energias completamente diferentes. 
Quando se está presente em um palco teatral, você deixa de ser você mesmo para emprestar o seu corpo a personagem; Quando subo no palco de rock, eu sou a Juliana Rossi, sem máscaras ou personagens - aquela sou eu.


Silence  of  Shadows - O  que  mais  marcou  em  sua  passagem  pela  Ravenland? 

Juliana: Os amigos que fiz desde que eu entrei na banda estão comigo e eu os levei para a vida e isso me marcou bastante, além de alguns shows ótimos como a abertura que fizemos a banda Sirenia - meu show de estréia como vocalista.


Silence  of  Shadows  - Seu  desligamento  da  Ravenland  se  deu  por  conta  de  seus  projetos  paralelos,  aulas  de  canto,  trabalhos  como  atriz,  pocket  shows.  Como  estão  seguindo  estes  trabalhos?

Juliana: Estão seguindo bem, as aulas estão aumentando cada vez mais, o meu último pocket show foi super bacana, foi muita gente, estou bem feliz com os resultados. Infelizmente a peça teatral deu uma pausa, mas ao todo, tudo está indo bem.


Silence  of  Shadows - 'Dewindson  Wolfheart',  em  recente  entrevista  ao  Silence  of  Shadows,  falou  sobre  o  teu  desligamento  da  banda,  e  mencionou  que  era  possível  adequar  a  agenda  da  Ravenland  a  agenda  de  seus  trabalhos  paralelos.  O  que  você  diz  a  respeito?  Como  a  Juliana  está  pós  Ravenland?

Juliana: É uma afirmação muito complicada de se fazer, quem trabalha com isso sou eu e em algum momento eu teria que optar em qual projeto eu daria mais atenção. Antes de eu entrar na Ravenland, eu havia retomado a minha antiga banda, o HevoraH e quando eu entrei na Ravenland, tive que optar em qual das duas eu ficaria, pois em algum momento eu teria dificuldade com o tempo e agenda das duas bandas, então optei por ficar na Ravenland, pois o estilo musical da banda me atrai muito, que é o gothic metal, então isso explica o a minha decisão de me desligar da banda. Além disso, haviam questões que eu não concordava dentro da banda e eram coisas que não davam para discutir, enfim, achei melhor seguir com os meus projetos e deixar a banda livre para trabalhar como quisesse . Isso foi algo que conversamos na reunião, não entendo essa menção que ele fez, já que deixamos tudo bem claro quando eu sai. 
Eu estou bem, foi uma decisão consciente e não houve nenhuma briga ou discussão, sinto como se eu tivesse fechado um ciclo em paz, virei a página.


Silence  of  Shadows  - Logo  após  sua  saída,  outros  2  membros  importantes  para  a  Ravenland  também  se  desligaram  por  razões  pessoais,  Banes  e  o  Tropz.  Agora,  você,  Banes  e  Tropz  estão  juntos  em  um  novo  projeto.  Tem  uma  nova  banda  surgindo  por  aí?

Juliana: Tem uma banda nova surgindo sim. Logo após a saída do Banes e Tropz, conversamos e resolvemos montar uma nova banda, algo mais parecido conosco. Os dois são companheiros fantásticos, o Tropz, além de ser um amigo mais do que querido, me surpreendeu pois ele está mostrando um lado que nós não conhecíamos, ele é empreendedor, muito criativo, ótimo compositor e é ele quem está cuidado do Logo da banda, site, etc. O Banes é um compositor maravilhoso - ele compôs quase todo o álbum novo da Ravenland - ele levou consigo apenas 4 músicas -, tem sua própria assinatura na guitarrista e é uma pessoa muito fácil de se trabalhar na banda, não tem problema de ego, então estou bastante feliz em continuar tocando com eles. Na nossa nova banda não existe um líder, o que existe são 4 pessoas que compõe, trabalham e que conversam e podemos também contar com mais o integrante: João Cruz, nosso produtor musical.


Silence  of  Shadows  - Sua  passagem  pela  Ravenland  foi  breve  e  mesmo  assim  grande  parte  dos  fãs  do  rock  gótico  da  banda  se  tornaram  também  seus  fãs,  por  conta  de  seu  talento   e  carisma  frente  aos  vocais   da  banda.  Isto  é  importante  para  você  na  criação  de  um  novo  projeto (banda)?  Sua  nova  banda  terá  base  ou  influências  góticas?

Juliana: Muito obrigada pelas palavras, eu só tenho a agradecer pelo carinho e é claro que isso é importante para mim, eu vim da veia gótica, porém a nova banda não terá apenas essa influência, será rock - com influência em bandas como o Evanescence, Halestorm.



*(use  este  espaço  para  enfatizar   algo  que  não  tenha  sido  foi  abordado  na  entrevista  e   que  considere   importante  que  seus  fãs   fiquem  sabendo)

Juliana: Eu acho que o assunto sobre a minha saída da Ravenland já foi mais do que esclarecido, não tenho mais o que dizer, o que for dito fora isso é história inventada. Eu agora estou seguindo a minha vida com uma banda nova, trabalhando muito e feliz - desejo o mesmo para a Ravenland.


A  convidamos  agora  a  participar  de  um  “bate-volta”  de  palavras.  Citarei  alguns  temas  e  você  me  diz  sua  opinião  sobre  este,  sendo  o  mais  breve  e  direta  possível,  ok?

“Ser  uma  musa  do  rock/metal”
 Juliana: Agradeço, mas não sou musa rs... sou normal.

“Fama”
Juliana: Efêmera

“Rock  In  Rio”
 Juliana: tocar neste evento deve ser maravilhoso, um sonho.

“Segurança  nos  eventos  de  rock/metal  no  Brasil  no  que  se  refere  a  infra-estrutura”
 Juliana: Alguns shows precisam melhorar muito.

“Juliana   Rossi”
Juliana: Persistência 

“Recomende  algo...”
Juliana: Tears on Tape - HIM , cd maravilhoso, amei.


*Nossos  sinceros  agradecimentos  a  Juliana  Rossi  (ex-Ravenland)  em  nos  conceder  esta  entrevista.

Juliana: Eu é quem agradeço o convite, carinho e o espaço.
Grande beijo a todos. 


Saiba  mais  sobre   Julina  Rossi  acessando  os  link  abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário